Anúncio
Resenhas

Resenha no AzArtes | Livro: Extraordinário

Uma história emocionante que envolve muito drama e humor. Confira a resenha feita especialmente para o AzArtes.

07/12/2017 10h20Atualizado há 1 ano
Por: Caroline Gonçalves
Fonte: AzArtes
710
Reprodução da Internet
Reprodução da Internet

*Filipe Guedes - Responsável pelo blog Aprendiz Literário 

"Para mim, porém, sou apenas eu. Um garoto comum. Mas, se quiserem me dar uma medalha por ser eu mesmo, tudo bem. Aceito. Não destruí a Estrela da Morte nem nada parecido, mas consegui passar pelo quinto ano. E isso não é fácil, mesmo que você não seja eu."

Li extraordinário enquanto estava de férias, já faz um bom tempo. A adaptação já chegou aos cinemas e mal posso esperar para ver, mas estou aqui para falar do livro.

Confesso que estou meio preocupado com quem está prestes a ler isso. Não é algo maldoso ou coisa do tipo, muito pelo contrário. Para mim é uma das coisas mais bacanas do mundo. Me pedirem para escrever sobre o livro Extraordinário, da R. J. Palacio. Minha preocupação é que, ao conhecer August Pullman, ou melhor, Auggie, você acaba me conhecendo também. Qualquer pessoa pode se identificar com ele.

Auggie é o melhor amigo que alguém pode ter. Gosta de jogar xbox, é o maiorultramegafã  de Star Wars que alguém pode conhecer, também curte andar de bicicleta como qualquer criança de dez anos de idade. Ele nasceu com uma deformação genética que, além de afetar sua aparência, também dificultou sua audição e visão,  algo que o fez passar por uma série de cirurgias.

Quase todo mundo enfrenta o terror do primeiro dia de aula. Para Auggie esse horror é cinco vezes maior. Ele estudou em casa até os dez anos de idade e agora vai frequentar uma escola de verdade. Apesar de parte dele estar empolgado, August já espera como vai ser a reação dos coleguinhas ao olhar o seu rosto. Você que está lendo isso também já deve esperar o que ele vai enfrentar.

Nem todo mundo possui uma deficiência genética como August, mas todos são tão comuns quanto ele, e já devem ter enfrentado as coisas que ele está prestes a encarar, pois como eu disse acima, afinal, também passaram pelo primeiro dia de aula. Agora, Auggie está com uma decisão em suas mãos: abandonar a escola ou mostrar para todos que as pessoas são muito mais do que a aparência exterior."

"Toda pessoa deveria ser aplaudida de pé pelo menos uma vez na vida, porque todos nós vencemos o mundo."

Deseja ter a sua resenha aqui no site? Indique o livro para gente e encaminhe a sua resenha para o email: [email protected] e aguarde o nosso retorno.

Leia mais sobre Extraordinário

 

 
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias