Quarta, 20 de março de 2019
(61) 9 8132-2082 | (61) 9 8192-1769 | (61) 9 9581-1957
Livro/Quadrinhos

10/08/2018 ás 11h24 - atualizada em 10/08/2018 ás 11h37

230

Filipe Guedes

Brasília / DF

O Sol é Para Todos, de Harper Lee, é uma história para os pais
O romance é ganhador do prêmio Pulitzer e, se tornou um dos maiores clássicos da literatura moderna
O Sol é Para Todos, de Harper Lee, é uma história para os pais
Imagem da Internet
O que é realmente ser um adulto? O sol é para todos, publicado em 1960, é uma história para o mundo, principalmente para os pais. As crianças também devem lê-lo, pois algum dia possivelmente serão. Um dos maiores clássicos da literatura mundial conta mais do que as brincadeiras de infância dos irmãos Jem e Jean Louise, conhecida carinhosamente como Scout. Aparentemente é a primeira impressão no início da leitura, mas na verdade reflete o amadurecimento humano.

Todo adulto, um dia foi criança, palavras de Antoine de Saint-Exupéry, autor de O pequeno príncipe. Os bebês também serão grandes um dia. Jem e Scout são criados pelo pai, Atticus Finch, um advogado, e Calpúrnia, a governanta da casa. Os pequenos são órfãos de mãe. Como toda família, lidam com as dificuldades de uma sociedade comum.

Na década de 30, a família vive na cidadezinha fictícia de Maycomb. Atticus escolhe defender a inocência de Tom Robinson, um homem negro, acusado de abusar sexualmente de uma mulher branca. Sem pensar duas vezes, decide defender o caso, mesmo ciente da pressão da sociedade daquela época disfarçado de "bons costumes".

O acusado, Tom Robinson, também possui família e, carrega duas vezes mais o peso carregado por Atticus, pois além da pobreza também lida com o mau olhar da sociedade. O sol é para todos não é de longe uma tão fictícia, reflete fases da vida como ela é.

Os vizinhos, por vezes enxergam as crianças de Atticus como malcriadas pelo motivo de não ter uma figura materna "adequada" dentro de casa. Eu, leitor, acredito que eles têm, Calpúrnia por  é responsável por elas. Porém, ela não tem esse crédito diante da sociedade por ser negra. Harper Lee cria uma história para mostrar como o caráter de um ser humano vai além do tom de sua pele. Este clichê faz sentido. É real.

Os acontecimentos na história andam ao lado da vida real, longe da ficção, apesar de ser. 

As pessoas devem ler O Sol é Para Todos antes de morrer. A história de Harper Lee quebra paradigmas. O livro é todo narrado por Scout que, no começo, a garotinha possui apenas 6 anos de idade, talvez para fazer o leitor enxergar o mundo como uma criança que, aos poucos perde a inocência e ganha a ideia de justiça. Mas claro, sem precisar perder a visão de como os humanos são semelhantes.

O romance é ganhador do prêmio Pulitzer e, se tornou um dos maiores clássicos da literatura moderna. A história foi baseada nas memórias da família de Harper Lee, possivelmente com semelhanças a qualquer lembrança da sociedade. O livro descreve o conceito de humanidade

FONTE: Azartes

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários
Veja também
Filipe Guedes

Filipe Guedes

Blog/coluna Um viajante literário. Um leitor incurável.
Mais lidas
© Copyright 2019 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium